Hamilton diz que seria difícil se recuperar de derrota para Massa em 2008
05/11/2018 Automobilismo

Interlagos, São Paulo, 2 de novembro de 2008. Para Lewis Hamilton e Felipe Massa, um dia inesquecível. O britânico chegou na quinta colocação e garantiu seu primeiro título mundial da Fórmula 1 por um ponto de diferença para o brasileiro, que ganhou a prova.

No entanto, Hamilton foi campeão por pouco. Ele precisava apenas do quinto lugar para ser campeão, posição que tinha até poucas voltas antes do fim, quando cometeu um erro e foi ultrapassado por Sebastian Vettel. Felipe Massa cruzou a linha de chegada, venceu a corrida e, até aquele momento, assegurava o título. Mas Hamilton, nos últimos metros, ultrapassou Timo Glock, recuperando a quinta colocação e conquistando o troféu.

Hamilton foi campeão em 2008 por um ponto a mais que Felipe Massa (Foto: Bertrand Guay/afp/Gazeta Press)
Esta era apenas a segunda temporada do britânico na F1. No ano anterior, em 2007, logo em sua estreia, foi vice-campeão, perdendo também por apenas um ponto para Kimi Raikkonen. E segundo Hamilton, uma nova derrota teria sido capaz de derrubá-lo.

“A derrota de 2007 foi definitivamente uma das mais, senão a mais, devastadora experiência. Ainda que eu não esperasse vencer no primeiro ano, o estresse e as dificuldades de passar pelo primeiro ano também eram muita coisa para uma cabeça ainda imatura, como era a minha”, analisou em entrevista à ESPN.

“Depois eu tive que sair do fundo do poço onde eu estava no fim de 2007, voltar em 2008, ser forte, vencer a primeira corrida e chegar ao fim do ano de novo (com uma derrota)… Eu não sei como eu iria me recuperar daquilo”, acrescentou.

O atual pentacampeão disse ainda que sua carreira poderia ter sido diferente caso a derrota para Massa tivesse se concretizado.

“Eu acho que sim. Não sei como esportistas encontram forças para se recuperar. Sei que muitas coisas piores podem acontecer na vida, mas, quando você está numa baixa mental… Tem gente ótima que passa por uma derrota e tem dificuldade de dar a volta por cima”, concluiu.

A próxima parada da F1 é justamente Interlagos. O Grande Prêmio do Brasil, a penúltima etapa da temporada 2018, acontece nos dias 9, 10 e 11 de novembro.

Fonte: Gazeta Esportiva

 
MAIS NOTÍCIAS
APOIO