Carille confirma escalação que ganhou o Derby para decisão
17/05/2018 Libertadores da América

O técnico Fábio Carille confirmou nesta quarta-feira a escalação para encarar o Deportivo Lara na noite de quinta, no estádio Metropolitano de Lara, em Cabudare, na Venezuela. Sem desfalques com relação aos últimos jogos, o treinador repetirá o time que derrotou Vitória, na Copa do Brasil, e Palmeiras, pelo Campeonato Brasileiro.

Depois de impor apenas um treino leve aos comandados, com direito a um “rachão” no reconhecimento do gramado do local da partida, Carille esclareceu qual seria a formação na sua entrevista coletiva. Sem poder contar com o centroavante Roger, recentemente contratado, o Alvinegro apostará no 4-2-4, com Cássio; Mantuan, Balbuena, Henrique e Sidcley; Gabriel e Maycon; Pedrinho, Jadson, Rodriguinho e Romero.

Com sete pontos conquistados, o Timão ainda lidera o Grupo 7 do torneio, mas sofreu um baque com a derrota por 2 a 1 diante do Independiente-ARG, há duas semanas, dando ainda mais importância para o embate na casa do Lara.

Como o rival tem seis pontos, os comandados de Carille não poderiam mais ser alcançados pelos venezuelanos em caso de vitória, assegurando também uma vaga na próxima fase. Independiente (6) e Millonarios (4) se enfrentam e um deles ficará impossibilitado de chegar aos dez pontos.


Confira este e outros vídeos em videos.gazetaesportiva.com
Bem encaixada após a constatação de que Pedrinho realmente tem condição de iniciar a partida e jogar por quase 90 minutos (ficou 86 minutos em campo frente ao Palmeiras e saiu de Itaquera dizendo que “nem estava muito cansado”), a formação alcançou algo ocorrido apenas uma vez desde que o comandante assumiu o cargo.

O feito foi conquistado na fase final do Campeonato Paulista do ano passado, quando Carille conseguiu rodar seus nomes para chegar em bom nível às semifinais do torneio, contra o São Paulo. Com a mesma equipe, o comandante derrotou o rival no Morumbi por 2 a 0 e selou a classificação com um empate por 1 a 1, em Itaquera.

No meio das duas partidas, os mesmos 11 atletas encararam o Internacional, pela quarta fase da Copa do Brasil, e acabaram eliminados nos pênaltis, também na Arena. O último duelo antes de ser interrompida a sequência fechou a mesma com chave de ouro: 3 a 0 sobre a Ponte Preta, fora de casa, encaminhando o título estadual.

Chegar ao quarto duelo, porém, é pouco provável no atual cenário. Serão menos de 72 horas entre o jogo na Venezuela e o embate contra o Sport, no Recife, que preocupa a comissão técnica pelas condições climáticas. Depois dela, o fim é certo: Cássio se apresenta à Seleção Brasileira e dá lugar a Walter ou Caíque França até a Copa do Mundo.

Fonte: Gazeta Esportiva

 
MAIS NOTÍCIAS
APOIO